Telefonia Móvel: TI ou UTI??

Tinha escrito essa triste experiência a respeito do serviço de telefonia móvel a algum tempo atrás. Resolvi transferir pra cá, acho que tem mais a ver em relação ao antigo local.

Tudo o que eu queria era trocar o plano do meu número de celular na Tim. De pré-pago para pós pago. Teoricamente uma coisa fácil, afinal de contas é muito mais interessante uma operadora de celular ter um cliente pós-pago do que pré.Mas de fácil, não teve absolutamente nada, muito pelo contrário, se tornou uma missão impossível.
Essa via crussis começou no último dia 15 de janeiro, quando comprei um novo aparelho de celular. Nessa ocasião, aproveitei para pedir a migração do meu número de pre para pós pago. E aí começaram os problemas. A vendedora vai, cadastra todos os dados necessários no sistema, e na hora do OK, aparece uma tela de ‘under construction’… hein? Se fosse uma tela de erro temporário, sistema fora, tudo bem, mas em construção foi cruel. Eis que então a vendedora vem com a ideia brilhante: leve seu número para outra operadora, e depois traz de volta pra cá; daí eu consigo aqui no sistema mudar de pre para pós pago, já fiz isso com outro cliente. Coisa estranha, fiquei muito desconfiada… Mas no final desse dia, saí com o aparelho que eu queria e dois números de celular: o meu original e um novo… pra decidir depois se eu trocava o número de vez ou se tentava a gambiarra da portabilidade.
Na semana seguinte, optei por tentar a gambiarra… Ah, se arrependimento matasse… Enfim, fui até a claro e pedi a portabilidade do meu número pré-pago para lá. No dia marcado para acontecer a portabilidade, nada. O número continuava funcionando no chip da Tim. E eu não consegui usar o chip da Claro no celular que é desbloqueado. Maravilha. No dia seguinte, ligo para a Claro e o atendente me diz que tem que esperar 24 horas. Nessa noite não recebo mais ligações e sms no chip da Tim, mas consigo fazer ligações e mandar sms normalmente…. dia seguinte vou na loja da Claro, e a atendente diz que meu celular é bloqueado, por isso eu não consigo usar o chip (detalhe: comprei o tal aparelho no submarino e com a descrição desbloqueado), e que meu número já tinha sido portado para a Claro, o chip estava funcionando. Detalhe: estava funcionando nos dois chips ainda e do jeito que eu tinha descrito antes. E algo que me deixou extremamente irritada: o pessoal da Claro nitidamente inventando historinha para justificar o erro e ainda tentando de colocar como uma pessoa que não entende nada do assunto… sei sei…
Mas já que tinha portado, voltei na Tim, falei com a mesma vendedora que deu a ideia e pedi a portabilidade novamente. O que será que ia acontecer?
No dia marcado para a portabilidade, com algumas horas de atraso, meu número original passou a funcionar. Fiquei bastante aliviada na hora, e a´te fui dormir mais tranquila… Mal sabia eu o que vinha pela frente.
Na manhã seguinte, percebi que eu não conseguia mandar sms. O resto fazia normalmente. Tentei por vários dias, nos finais de semana e nada… Na terça telefonei para a vendedora da loja da tim e contei do problema. Ela me pediu para ir à loja novamente, o que eu só podia fazer no dia seguinte. Fui lá, fizemos alguns testes e então foi decidido trocar o chip. Continuou não funcionando. Meu consolo é que a vendedora tinha aberto um chamado para TI relatando o meu caso. O ruim seria esperar o prazo de 5 dias para a resposta.
Eis que no dia seguinte meu telefone pára de funcionar. Do nada. No aparelho, a mensagem de sem sinal. Tentei ligar de um número fixo para o celular e a mensagem que me retornou foi: “o número chamado não existe”… Como assim? Liguei para a vendedora e ela achou que eu teria que esperar o prazo daquele chamado para ter uma solução. Liguei no atendimento da Tim para saber o status do chamado. Minha paciência durou 30 minutos. Quase 1 minuto para encontrar a opção falar com algum atendente. Alguém me atende, eu contou o que aconteceu e me pedem para esperar. Depois de 5 minutos um outro atendente me pede para falar de novo o problema. De novo??? E lá vou eu. Daí ele me pede para aguardar… Depois que o cronometro do telefone marcou 15 minutos, tive que confirmar meu nome e CPF. Depois disso, a frase que eu mais ouvi foi: “só mais um momento”. Quando o cronometro marcava mais de 30 minutos o maldito atendente me pede para confirmar o CEP da residência. Desisti. Fui lá na loja da Tim. Descobri que no meu atendimento constava que meu número ainda era reconhecido como pré-pago… Hein??? A gambiarra foi em vão??? Daí desisti de vez de manter o número e pedi outro. Pelo menos agora tudo funciona normalmente.
Na verdade ainda não acabou… preciso ter certeza de que o número antigo está de fato cancelado, tanto na Tim, quanto na Claro. Ainda assim, foi muita gambiarra a troco de nada e por coisas absurdas…. A única coisa que eu queria fazer originalmente foi mudar meu plano de pré-pago para pós pago. Deveria ser um update e um commit no banco de dados, na tabela que armazena os dados de cobrança. Mas isso se mostrou a coisa mais difícil de se fazer no mundo da telefonia móvel. Depois, como um número de celular fica funcionando em chips de operadoras diferentes, simultaneamente. Que raios fizeram para fazer a portabilidade móvel funcionar?
Amigos meus recomendaram fortemente que eu levasse o caso para Anatel investigar. O histórico dos chamados eu tenho em mão. Veremos isso depois do carnaval.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s